Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

21.01.19

Blue Monday - o dia mais triste do ano


#RapazSecreto

 

Quem o diz são os especialistas, através de uma equação que deve ser bem mais complexa do que aquilo que as minhas competências intelectuais me permitirão perceber. Contudo, a conclusão é simples: o dia mais triste de cada ano é sempre a segunda-feira da terceira semana de janeiro... ou seja, hoje.

 

Não sei qual o interesse (além das promoções e campanhas que diversas empresas lançaram sobre o pretexto de querer "alegrar" os seus clientes), bem como duvido da sua componente científica e lógica. Quanto mais não seja, pelo facto de que as nossas vidas são tão diferentes (com o que de bom e mau trazem) que é impossível designar, de forma tão arbitrária, o dia em que as pessoas se sentem mais ou menos tristes.

 

Hoje, houve alguém que ganhou e alguém que perdeu, nasceram crianças, morreram sonhos, renasceram amores e redescobriram-se caminhos, iniciaram-se viagens e desistiu-se de aventuras, planearam-se férias e disse-se adeus a amigos de longa data... Coube nas vidas da gente, tanto quanto cabe nos restantes dias.

 

O dia mais triste deste ano, para mim, estará longe de ser o dia de hoje. Aliás, possivelmente, ainda nem o vivi. Para mim, hoje, foi dia de sonhar, de trabalhar, de estimular a vontade de ousar, de conversar, de partilhar... Não foi um dia triste.

 

O autor da descoberta, Cliff Arnall, disse em 2018 que o objetivo deste título era o de motivar as pessoas a tomarem ações para serem felizes. Independentemente disso, que todos os dias sejam dias de lutarmos pela nossa felicidade.

 

Que não precisemos de Natais, aniversários, passagens de ano e Blues Mondays, para, dia após dias, nos escolhermos a nós e ao que de melhor podemos fazer pela nossa vida.

 

E, vocês? Hoje foi um dia feliz?

 

#RapazSecreto

15 comentários

Comentar post