Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

26
Set18

Book review #2 | Objetos Cortantes (Gillian Flynn)

#RapazSecreto

 

Sinopse

 

"Recém-chegada de um internamento breve num hospital psiquiátrico, Camille Preaker tem um trabalho difícil entre mãos. O jornal onde trabalha envia-a para a cidade onde foi criada com o intuito de fazer a cobertura de um caso de homicídio de duas raparigas.
Há anos que Camille mal fala com a mãe, um mulher neurótica e hipocondríaca, e quase nem conhece a meia-irmã, uma bela rapariga de treze anos que exerce um estranho fascínio sobre a cidade.
Agora, instalada no seu antigo quarto na mansão vitoriana da família, Camille dá por si a identificar-se com as vítimas. As suas pistas não a conduzem a lado algum e Camille vê-se obrigada a desvendar o quebra-cabeças psicológico do seu passado para chegar ao cerne da história. Acossada pelos seus próprios fantasmas, terá de confrontar o que lhe aconteceu anos antes se quiser sobreviver a este regresso a casa."

 

- - Opinião - -

Nota: 4/5

 

Gillian Flynn é, na atualidade, um dos nomes mais proeminentes do mundo literário, depois do êxito da obra "Em Parte Incerta".

Este livro vagueava por minha casa, há alguns meses, e só agora tive oportunidade de o ler. A sua leitura é fácil e a personagem principal - Camille - é capaz de nos absorver pelas suas caraterísticas tão particulares e distintas das protagonistas comuns. Esta é uma mulher com uma densidade fora do normal, com várias camadas e singularmente especial.

Apesar de estar magistralmente bem arquitetado, o livro desiludiu-me num aspeto em particular - o modo como é revelada a grande verdade sobre a autoria dos crimes. Não se trata da história em si, mas do modo como o final é escrito. Pessoalmente, o último volte-face é pobre, pelo modo como é revelado. Quase como se a autora se tivesse esquecido de escrever as últimas páginas e, no dia da entrega do livro, sintetizasse o final. Faltou-lhe emoção, razão pela qual não lhe atribuí uma pontuação superior.

Ainda assim, recomendo vivamente o livro, para quem gosta de um bom thriller psicológico, para quem gosta de personagens irreverentes e ímpares, para quem gosta de se sentir preso a um bom enredo.

Por último, destaco a forma como rapidamente se percebe que Camille tem que desvendar a sua história, para resolver o mistério que assombra a sua cidade de origem. Quanto mais não seja, porque Camille não pode fazer as pazes consigo até descobrir a sua verdade.

 

Já leram o livro? Partilhem as vossas opiniões!

 

#RapazSecreto

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visualizações

visitas

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D