Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

My truth

A minha verdade. O que sinto e vejo. O que sou.

08
Ago18

Porque a eutanásia deve ser um direito

#RapazSecreto

 

No passado mês de junho, em Espanha, o parlamento espanhol aprovou a eutanásia. Portugal, por sua vez, não aprovou a morte medicamente assistida, numa altura em que o debate foi escasso e o país debatia o estado do Sporting Clube de Portugal.

 

Todavia, porque razão se continua a interferir na liberdade de escolha do outro?

 

Primeiramente, a falta de informação: uma significativa parte das pessoas acredita que a eutanásia pode ser obrigada ou aplicada à maioria dos doentes paliativos e terminais, o que não é verdade. Existe um conjunto rigoroso de critérios a que o paciente deve obedecer para que a eutanásia seja uma possibilidade.

 

De seguida, a influência das crenças religiosas: sobrepôr a fé e as nossas crenças ao bem-estar e aos direitos dos outros demonstra pouco amor pelo próximo. Quem somos nós para dizermos a alguém em profundo e contínuo sofrimento, alguém para quem não há medicamentos ou terapias que amenizem a sua dor, que é obrigado a aguentar e a suportar essa situação?

 

Em terceiro, os cuidados paliativos não são a solução (para todos os casos). Apoio o desenvolvimento e melhoria deste tipo de estratégias, mas até que seja suficientemente eficaz para todos os casos, são necessárias alternativas. Por isso, eutanásia e cuidados paliativos podem existir simultaneamente.

 

Por fim, a eutanásia não é uma obrigação, mas sim um direito. Ninguém é obrigado a efetuá-la, ainda que estando elegível à mesma. 

 

Ser a favor da eutanásia, é ser a favor da liberdade de escolha consciente e informada. É reconhecer que podemos não entender ou não querer para nós, mas que não podemos retirar essa escolha dos outros.

 

 

Recomendo o filme espanhol "Mar Adentro" que conta a história real de um indivíduo tetraplégico que vive acamada há décadas e que luta pelo direito a pôr termo à sua vida, de modo medicamente assistido. Vale a pena ver, caso se interessem pelo tema e pelas várias questões que a envolvem.

 

Se quiserem partilhar os vossos pensamentos, sintam-se livres para tal.

 

#RapazSecreto

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visualizações

visitas

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D